sábado, 21 de abril de 2012

Crítica:Fúria de Titãs 2


























Fúria de Titãs foi um filme que pude conferir no cinema,e que eu não gostei. Além do roteiro mal escrito,o filme não conseguiu me cativar. Uma coisa é assistir um filme que você admita que seja ruim,mas que você sente um carisma pelos protagonistas,Transformers e Piratas do Caribe 3 são bons exemplos disso. Fúria de Titãs nem isso conseguiu. Assim quando foi anunciado que haveria uma continuação,eu nem me animei,nem odiei. Se por um lado eu achava dispensável uma continuação de um filme tão fraco,por outro havia uma possibilidade dos envolvidos melhorarem os demasiados erros do 1o.

Então na continuação do filme sai Louis Leterrier(O Incrível Hulk),e entra Jonathan Liebesman(O Massacre da Serra Elétrica O Inicio). Um passo estranho,afinal Leterrier é muito melhor do que Liebesman.
O 2o filme foi feito para se distanciar o máximo do 1o,nada depende que o espectador tenha assistido o 1o filme para entender a trama. O filme se passa 10 anos após os fatos do 1o filme,e agora Perseu(Sam Worthington) tem um filho de 10 anos,fruto do seu amor por Io(Gemma Aerton),que morreu. Agora Zeus(Liam Nesson)se vê com um problema quando seu irmão Hades(Ralph Fiennes),e seu outro filho Ares(Edgar Ramirez) se uniram para libertar Cronos.Para isso,é necessário todo o poder de Zeus. Agora resta a Perseu para salvar seu pai,antes que ele morra e Cronos se liberte.



O filme já melhora no quesito de profundidade do personagem Perseu. Enquanto no 1o o personagem era só um bad boy revoltado,por ser um semi-deus,e que pagava do mal de Taylor Lautner em Sem Saída(brigão musculoso incompreendido e profundo,as meninas adoram),o desse filme por ser 10 anos mais velho já não é o mesmo brigão. Agora já é alguém com mais consciência de mundo,mesmo não querendo se envolver com seu pai deus,já é alguém muito mais equilibrado,e até mesmo carismático. No 1o filme não havia como sentir carisma por ele,diferente desse.

O elenco do filme não atrapalha nem tem um grande desempenho. Com a exceção dos atores que fazem os deuses Zeus,Hades e Ares(respectivamente Liam Nesson,Ralph Fiennes e Edgar Ramirez) que tem desempenhos acima da média. Zeus já não é o deus todo poderoso bravo. Agora(ao perder um pouco de seu poder) se torna mais humano(perdão do trocadilho),reconhecendo seus erros como pai. Hades(Ralph Fiennes) é pouco desenvolvido. No 1o era melhor. Ares que tem o melhor desempenho. Uma mistura de inveja,raiva,frustração perfeita.






O filme não é perfeito. Vários cliches como personagens que são alívios cômicos(note o Jack Sparrow genérico). Ou então o péssimo romance(que veio do nada) entre a rainha e Perseu. Não há nada,que torne lógico o romance. E beijo dos dois após Perseu estar coberto de sangue,suor,gosma só torna tudo pior.
O filme ainda cai no problema de tudo ter que ser pg-13. Ou seja,sem sexo,violência. Essencia de filmes épicos de mitologia grega bem feitos. Tudo bem,que as famosas cenas de porrada são até bem feitas. Mas nada que chegue aos pés da famosa cena de espancamento e desfiguração,de Angel Face em Clube da Luta. Um exemplo melhor:A cena na qual um soldado espartano enfia uma espada,no olho do monstro em 300.

Uma cena com personalidade é algo que falta em Fúria de Titãs 2. Um filme que é vendido como:Mitologia grega,monstros,porrada e gritos heróicos(300feelings#) tem que ter ao menos uma cena que você assista e queira gritar de prazer ao ver o monstro morto no chão. Quase suando com o protagonista. Aqui não há nada assim. Todos(sem exageros) os desafios são resolvidos facilmente. Todas as cenas parecem ter sido feitas com pressa,para que a próxima cena de ação cumpra melhor o seu papel. Mas não há ela. Ela não existe.





Há ainda algumas cenas de luta nos quais a camera não possibilita a visão do monstro que ataca Perseu(alguém viu o Minotaura antes da sua derrota?),ou então frustrantes cenas nas quais a criatura tem muito pouco tempo em tela(mais uma vez Minotauro,que prometia muito). O filme cai no lugar comum de ter cenas que tem a fórmula de um videogame:Pega artefato mistico,monstro aparece,meia duzia de porradas,mata.
Falta brilho a Fúria de Titãs 2. Algo que compense pelos seus erros,como no filme da Disney O Principe da Pérsia. Que tinha tantos erros quanto,mas tinha personagens melhores e um visual único. Nem isso há em Fúria 2.


Fúria de Titãs 2 é muito melhor que seu antecessor. Mas,ainda assim peca por apresentar um clichê após o outro. E apesar de não sair da sessão morrendo de raiva(ou rindo como eu no 1o filme),você sai do cinema e 2 horas depois não lembra dele. Pois Fúria de Titãs 2 é um filme(seu maior pecado) esquecível.

Nota:5.0