domingo, 2 de outubro de 2011

Critica:A Hora do Espanto








































Quando anunciaram que iriam fazer um remake de A Hora do Espanto eu me animei,e fiquei apreensivo.Na época eu era menor,e tinha muito medo do filme original dos anos 80.Que junto com Drácula de Bram Stoker me aterrorizou quando eu era pequeno.Mas,uns meses atrás comprei o filme.E gostei muito!

E não achei assustador.Na verdade,ri muito.Assim,virei um grande fã do original.Estava preparado pra versão recente de A Hora do Espanto.Eu sabia que se fizessem um bom roteiro,o filme ficaria muito assustador!A trama dá pra fazer tanta coisa que eu não sabia como que seria o filme.Até que saiu o trailer.Mostrando que não seria pesado como eu pensava.Mas que me deixou animado pra ver o filme mais ainda!

Assim,eu soube que o filme estrearia dia 7 de outubro de 2011,eu pensava em ir no dia que estreasse mesmo!Até que vi que haveria uma pré estréia 6 dias antes numa sessão as 22 horas.Mais Hora do Espanto do que isso impossível!Então,assisti ao filme ontem.E posso dizer que estou muito satisfeito.

O filme mantém a trama do filme original.Rapaz com nome de Charlie,que descobre que seu vizinho é um vampiro.Há muitas mudanças em relação ao original.A maior cena de ação do filme(a cena dos carros e da moto) não existiam no filme original.Mas mesmo assim,percebe-se que a produção queria honrar o filme dos anos 80.Algumas cenas nos remetem ao filme.Detalhes como uma fala(a mais famosa "You´re so coll Brewster!"),uma frase,um detalhe na casa.Mas creio que a maior delas seja a maquiagem dos vampiros,que mesmo sendo Cgi impressiona e lembra muito o filme original(a maquiagem de Amy vampira é muito similar a original,mas com Cgi).

Mas o contexto da história é completamente diferente.Por exemplo,Charlie é um nerd que finge ser popular,assim foge de seu ex melhor amigo nerd Ed Lee.O próprio Ed não é como o do filme original,enquanto o do filme original era um cara completamente pirado,com cabelo espetado e sombrio,o daqui é um nerd com boas intenções.Mas a maior das mudanças é o

personagem Peter Vincent,que no filme original era um apresentador de um programa de filmes trash,aqui é um mágico de Las Vegas que brinca com o sobrenatural.Ah sim,a cidade em que se passa o filme é a Cidade do Pecado.























Agora que comentei as mudanças eu já posso falar:Elas são bem feitas.Não incomodam em momento nenhum.Torna o filme mais realista atualmente.Afinal,muita coisa do filme original é anos 80 demais.Se colocassem no filme,incomodaria até quem é fã que nem eu.

Fora que algumas mudanças ficaram muito boas.O personagem de Peter Vincent é excelente.Além de ser uma fraude(como no original),é um personagem beberrão,nervoso,covarde e engraçado.Além de ter uma história sobre seu passado interessante.

O personagem de Ed(interpretado pelo ídolo nerd Christopher "McLovin" Please)pode não ser afetado como na versão dos anos 80,mas quando ele vira um vampiro(isso não é spoiler,tá no trailer)ele se solta e fala diversas piadas.Mais uma boa interpretação!

Mas quem de fato rouba cena é Colin Farrel.O cara atua muito bem.Ele faz um Jerry Dandridge assustador.Algumas cenas que não tem no original,são simplesmente perfeitas.Como por exemplo:Quando ele fala sobre a mãe e namorada de Charlie pro próprio,ou quando ele explode a casa,alegando que se não há casa não tem como ele não entrar.Fora que o filme mostra que o vampiro não é um imbecil,ele sempre está no controle da situação.E Farrel,consegue expressar isso muito bem.Quando ele disse "Welcome to Fright Night.For real!" nos vemos isso!













Já estava na hora de aparecer um filme de vampiros que não seguisse a linha Crepúsculo.Os vampiros desse filme podem ser sensuais,mas quando eles viram monstros não se parecem nada com os vampiros purpurina.Eles são criaturas sedentas por sangue(a cena em que Jerry lambe os dedos com sangue),não seres românticos.

Diferente do original,que Jerry só se interessa pela namorada de Charlie por ela se parecer com seu antigo amor,o Jerry do filme só se interessa na namorada dele por ela ser gostosa.Nada de romantismo.O vampiro do filme pode ser comparado com um tubarão,pela grande quantidade de dentes e pelo fato de gostar de sangue.Essa comparação é falada no filme,e fica mais explicita ainda numa cena em que Jerry mata alguém numa piscina.Além de ser violenta,a cena é de certa forma bonita.


















O filme é violento.Porém não é pesado,todo sangue jorrado é Cgi.Mesmo assim,é bastante sangue se for comparar com produções atuais.Há decapitações,perfurações,desmembramentos,braços voando,mordidas em pescoço,vampiros explodindo.

A produção ainda faz referências a outras produções com vampiros.Há referências a Drácula(quando Jerry abre seu peito pra alimentar a sua noiva),a Garotos Perdidos(o final dele),até a Crepúsculo(quando Jerry pega a maçã).A nosferatu devido ao jogo de sombras na escada.Essa cena em particular ficou muito bem feita.Ainda mais em 3d,que está muito bem feito.Quando um vampiro morre,as cinzzas dele voam em nossa direção.E até sangue jorra em nós.A cena da moto então!














No fim,A Hora do Espanto consegue cumprir o que prometeu.Um filme de terror bem feito e bem humorado.Que honra o espirito do filme original e ainda consegue ser atual.Fora o fato de ser um bom filme de vampiros.Que consegue dar sustos e risos.Em tempos de vampiros como Edward Cullen,A Hora do Espanto é uma salvação!
"Welcome to Fright Night!For real!"
Nota:9.0